Home / Estranho / O que é Necrofilia?

O que é Necrofilia?

Necrofilia é ato descrito pela medicina como o desejo sexual com cadáveres.

caso de necrofilia no brasil

O que é Necrofilia?

No Brasil a Polícia Civil do Paraná registrou quatro casos suspeitos de necrofilia em 2015.

O fenômeno da necrofilia é conhecido desde muito tempo na história humana, podendo ainda hoje ser observado como costume em certas tribos africanas e asiáticas, bem como em manifestações esporádicas no Ocidente.

Estes atos normalmente acontece, em cemitérios, onde túmulos são violados para que os suspeitos pratiquem sexo com o cadáver.

O número de crimes desse tipo pode ser maior, porque nem sempre a família do morto regista um Boletim de Ocorrência.

No Brasil um dos quatro casos de necrofilia foi registrado, aconteceu no cemitério de Paranavaí, em maio de 2015, onde o corpo de uma professora foi encontrado fora do caixão com sinais de abuso sexual. A professora, que morreu de câncer, havia sido sepultada menos de 24 horas antes do crime.

A palavra necrofilia vem do grego “nekros”, cadáver ou morto, e “philia, amor ou atração, portanto, seu significado é definido como um comportamento sexual que se caracteriza pela atração sexual por cadáveres.

Em todo o mundo, há várias leis que proíbem esta prática, mas sem que exista uma lei específica para punir sexo com cadáveres.

Embora raros casos, de tempos em tempos surgem novos casos, como o que aconteceu no Paraná em 2010. Uma mulher de 54 anos, enterrada três dias antes no Cemitério Municipal de Santo Antônio do Sudoeste, na fronteira do Brasil com a Argentina. Ate agora ninguém sabe quem foram os autores.

Mas no contexto mundial, vários casos foram registrados. vamos citar os mas conhecidos e mais absurdos.

O Vampiro de Muy

O Vampiro de Muy

Ardisson cometeu uma centena de atos de necrofilia. O primeiro caso de necrofilia de que se sabe aconteceu em 1801, quando a polícia francesa da comunidade de Var, prendeu Victor Ardisson, mais tarde conhecido como “O Vampiro de Muy”. O jovem de 29 anos violada vários corpos, a maioria mulheres, enquanto trabalhava como coveiro e empresário de funerais

Ardisson mutilou e decapitou os corpos de seus ‘vítimas’, tendo inclusive mumificado e preservado a cabeça de um jovem de 13 anos, a quem ele chamou de ‘sua namorada’. Após sua prisão, ele foi internado em um hospital psiquiátrico onde permaneceu pelo resto de sua vida.

O médico americano Carl Von Cosel

Médico americano Carl Von Cosel

Uma das histórias mais “comovedoras” relacionadas com o transtorno da necrofilia, é a do médico americano Carl Von Cosel, que em 1931 desenvolveu uma obsessão por Maria Elena de Hoyos, 22 anos, uma de suas pacientes da Flórida, que ele tratava por causa da tuberculose. Profundamente “apaixonado” pela garota, após sua morte, ele pediu permissão da família para construir-lhe um mausoléu em que ele visitava a noite e preservava seu corpo em formol. Em 1933, ele moveu o corpo para sua casa, levou a para sua cama e encheu um guarda-roupas para vesti-la.

A irmã de Elena descobriu o roubo do corpo sete anos mais tarde e foi para a casa de Von Cosel encontrou o corpo deitado na cama com uma máscara de cerâmica cobrindo o rosto: Os ossos foram unidos com cordas de piano, sua pele foi tratada com cera, seus olhos eram de vidro e ela fora toda perfumados para mascarar o cheiro de putrefação.

Veja Também

Ilso.Sanches.Parra

O Setor Funerário esta de Luto

Falece aos 81 anos Sr Ilso Sanches Parra, proprietário do serviço de luto Paulista em Jaú SP ...