Ligue-se a nós

Foco

Shokonsai a 96ª edição, atraiu 3 mil pessoas

Publicação

no

Ritual tradicional e religioso é realizado há 96 anos em Álvares Machado. 

Shokonsai

O evento é aconteceu no único cemitério japonês, que foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat). O cemitério conta com 784 pessoas sepultadas, e somente um não era da colônia, mas morreu defendendo os patrões japoneses.

Um convite às almas para a missa. É este o significado do Shokonsai, ritual tradicional e religioso japonês comemorado há 95 anos no único cemitério japonês do Brasil, localizado em Álvares Machado, na estrada vicinal que dá acesso ao distrito de Coronel Goulart. Neste domingo (20), diversos descendentes de japoneses compareceram até o local para homenagear parentes e amigos falecidos. A data é celebrada anualmente no segundo domingo do mês de julho.

O cemitério teve início com a epidemia da febre amarela quando diversos japoneses, principalmente os que trabalhavam na lavoura, morreram no município. “O local mais próximo para o sepultamento era em Presidente Prudente e, muitas vezes, não dava tempo de levar os corpos até a cidade. Por isso, a decisão de fazer o cemitério em Álvares Machado”, explica Alberto Sano, presidente da Associação Cultural, Esportiva e Agrícola Nipo-Brasileira de Álvares Machado (Aceam).

Ainda de acordo com Sano, até o ano de 1943 foram sepultados 784 pessoas, mas, por ordem do então presidente da República Getúlio Vargas, foram proibidos novos sepultamentos no local por entender que havia uma discriminação racial. No cemitério, existe apenas uma pessoa não descendente de japoneses enterrada. O nome do brasileiro é Manoel e, segundo a história, ele morreu heroicamente defendendo uma família de japoneses assassinada por bandidos.

O presidente afirma que cerca de 3 mil pessoas de todo o Brasil passaram pelo evento neste ano. “Durante o dia são realizadas outras atividades como danças típicas, karaokê, além de servir pratos da culinária oriental”, diz.

Espiritualidade
Para os japoneses, o Shokonsai tem um significado importante através do culto aos seus ancestrais. Tradicionalmente às 17h, os membros da colônia oriental acendem velas nos túmulos de seus antepassados.

“Sentimos que o vento para e as velas ficam acesas. É um grande ritual no fim da tarde e ao cair da noite. É um momento especial, pois em 94 anos de Shokonsai, nunca choveu”, conta Mário Ogassawara, responsável pela manutenção e organização do cemitério.

Os japoneses oferecem incenso, frutos, flores e comidas para aqueles que já se foram. De acordo com a estudante Camila Okida, de 18 anos, também é uma tradição oriental. “É uma forma de agradecer tudo o que os nossos familiares fizeram por nós”

 1,050 total de visualizações

Clique e para ler tudo

efunerario

E-commerce Funerário: sua funerária agora pode vender pela internet

Publicação

no

Voce sabia que Sua funerária pode vender produtos e serviços pela internet?

É momento de abrir mais um novo canal de vendas. Site é uma coisa loja pronta para venda é outra. Atualmente o que mais tem é loja virtual vendendo, serviço ou produto e sua funeraria vais ficar de fora?

Aplique o marketing digital no seu negócio, os resultados podem ser surpreendentes. Você duvida? Com esse meio que temos em mãos, fica mais fácil alcançar mais pessoas e resolver os problemas que elas muitas vezes mal sabem que possuem. Por isso, o marketing é essencial, já que estuda justamente o hábito desses clientes, suas dores, como resolver e como falar a língua deles.

Agora, pensando no ramo funerário, o campo é imenso! Seu e-commerce pode vender além de planos funerários, acessórios e dar diversas opções, até de personalização para que o seu cliente se sinta especial e satisfeito. Que tal conferir alguns itens que podem ser vendidos pela sua funerária pela internet? Confira:

1- Jazigos

Pode ser para usar imediatamente por conta de alguma situação inesperada, ou para planejar e a pessoa comprar pensando no futuro. Vale deixar no seu e-commerce todas as opções de valores, e formas de pagamento bem claras para que seja fácil navegar pela sua loja e o visitante se sentir atraído pelo seu produto. Isso te trás uma reputação muito boa e ele(a) pode recomendar seu e-commerce justamente pela facilidade de encontrar o que precisa de maneira simples e rápida.

2- Coroa de flores

Já pensou em dar ideias de arranjos possíveis para seu consumidor? Com a rapidez tecnológica, o cliente pode ter acesso há possíveis cores de flores, maneiras de combinações, e se sentir atraído a comprar. É uma maneira de trazer suporte para quem mora longe, e perdeu algum ente próximo, além de possuir um atendimento mais rápido, já que com o celular a pessoa tem a possibilidade de acessar tudo e escolher o que achar melhor!

3- Serviços funerários

É uma oportunidade imensa para você expandir todos os detalhes e vantagens de se obter um plano funerário e se destacar dos seus concorrentes trazendo tudo de forma acessível e eficaz. Que tal colocar os serviços com diversas opções de pagamentos, descontos especiais e até incentivos para que os clientes indiquem sua empresa funerária para outros amigos? Ao chegar a mais pessoas, o seu campo de vendas aumenta. Se antes você enxergava a chance de vender X plano para uma pessoa da sua cidade, que tal ver além e vender esse mesmo plano para 10 pessoas da região? O e-commerce engloba essa amplitude.

4- Cremação

Esse item é mais uma alternativa que pode trazer bastante lucro para sua funerária. É bom colocar informações a respeito desse procedimento, dando ênfase que existem custos adicionais. Cada detalhe é importante para seu cliente possuir uma relação com sua empresa de confiança. Não esqueça de mencionar no e-commerce que há o velório, caixão, urna cinerária, o próprio serviço de cremação em si, flores, preparação do corpo, ornamentação, café, cortejo… tudo que sua funerária fornecer.

5- Transmissões ao vivo

Essas transmissões são o que trarão um ponto diferente na sua funerária. As pessoas que moram muito distantes e estão neste momento doloroso, possuem a chance de estarem presentes mesmo dentro de suas casas em outras cidades, estados ou até países. Já pensou que essa pode ser uma maneira de ajudá-las a estar presente nas cerimônias?

6- Velas virtuais

Sim! As velas virtuais existem e acredite ou não, funcionam muito bem quando o assunto é distância. Sua funerária pode adotar isso e acrescentar no e-commerce, viu?

7- Conforto

Apesar destes itens citados acima, em uma situação de perda, as pessoas estão muito abaladas e ter a opção de comprar serviços funerários pela internet pode ajudá-la a passar por essa situação com muito mais calma. As emoções estão a mil, os familiares sensíveis, e sua empresa funerária pode auxiliar dando essa oportunidade de e-commerce.

 

8- Preços

O cliente pode ter uma ideia de quanto vai ficar os serviços que escolheu e comparar, com calma. Ao personalizar tudo que seria interessante para ele naquele momento, o e-commerce entrega o valor que seria cobrado, e assim ele pode pensar e tomar sua decisão de forma consciente.

9- Agilidade

Lidar com burocracia em um momento de luto não é o ideal. E sua funerária consegue deixar o cliente mais tranquilo ao dar a opção de e-commerce para que ele não precise estar envolto com esse problemas burocráticos justamente demorados.

10- Métricas

Ao possuir um e-commerce da sua funerária, há uma vantagem muito importante: entender mais a pessoa que está visitando sua loja e, consequentemente, compreender quem já consome seus serviços. Neste item cai a questão do marketing digital, para que você compreenda o que seus clientes gostam, o que eles não acessam, e itens que gostariam de comprar mas não realizam o pedido, e até horários que entram na loja. Tudo pode ser medido e analisado. E isso é muito poderoso para que se monte uma estratégia de vendas! Há possibilidade de você falar com muito mais pessoas propensas a gostar do seu serviço e comprar com a sua funerária.

11- Valorização do seu negócio

Além de possuir todas as vantagens citadas acima, sua empresa pode ter um crescimento e reconhecimento maior de marca. Trazer coisas novas, opções, flexibilidade, torna a sua funerária um negócio em destaque já que a maioria apresenta os mesmos serviços, da mesma maneira, e isso faz com que não venha tantas pessoas comprar de você. Ao criar algo novo, sai do padrão e há grandes chances de ter um reconhecimento maior. E na internet há uma visibilidade incomum que irá agregar valor demais à funerária.

O leque se abre em meio ao e-commerce, e em pleno 2020, onde as coisas estão cada vez mais ligadas a tecnologia, por que não entrar nesse meio e vender mais, ajudar mais pessoas e ser diferente nesse mercado funerário? Se você tiver interesse em montar uma loja virtual, confira o E-commerce Funerário e entre em contato, tire suas dúvidas, e inove, porque você pode se destacar e crescer ainda mais nesse mercado.

mazinha

Gostou da matéria?

Receba outras no seu Email e WhatsApp

    Seu nome (obrigatório)

    Seu e-mail (obrigatório)

    Número WhatsApp com DDD

    Autorizo o Portal Todas Funerárias a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários (Pare receber salve o nosso número WhatsApp em sua agenda 11 99567 7070)

     3,967 total de visualizações

    Clique e para ler tudo

    Foco

    De volta a vida. A inquietante Síndrome de Lázaro

    Publicação

    no

    O fenômeno é pouco conhecido da ciência até agora 65 casos foram notificados

    O primeiro relato na literatura médica aconteceu em 1982, o fenômeno é perturbador. Alguns pacientes declarados clinicamente mortos voltaram à vida após vários minutos (ou até horas) mesmo tendo sido submetidos a uma ressuscitação torácica fracassada.

    Desde 1982 teve 65 casos e ficou conhecido como a Síndrome de Lázaro. ( A denominação vem do contexto bíblico onde Lazaro foi ressuscitado após 4 dias )

    Embora seja difícil estudar os detalhes desse fenômeno, os pesquisadores trabalham com duas hipóteses para explicá-lo.

    A primeira estaria relacionada à baixa perícia médica com que eram feitas algumas ressuscitações cardiovasculares, o que poderia causar uma pressão no tórax que suprime o batimento cardíaco até a área ser gradualmente descomprimida.

    A segunda teria a ver com a hipercaliemia, altas acumulações de potássio que poderiam retardar o reinício da circulação sanguínea.

    Um dos casos mais impressionantes da síndrome foi registrado no Mississippi, nos EUA, em 2014. Um homem de 78 anos foi declarado morto após ser encontrado sem pulso e acordou, no dia seguinte, em um saco de cadáver.

    Um estudo de 2020 passou a pente fino toda a literatura médica conhecida sobre este fenômeno e conseguiu encontrar 65 pacientes que tinham experimentado esta “ressuscitação automática” entre 1982 e 2018. Dezoito dessas pessoas (28%) conseguiram recuperar completamente.

    Os cientistas analisaram os sinais vitais de mais de 600 pacientes gravemente doentes enquanto estavam a ser retirados do suporte vital. As conclusões revelaram que o coração pode parar e reiniciar várias vezes durante o processo, antes de parar totalmente para sempre.

    No Brasil como em outros países esse risco é fortemente suprimido devido aos procedimentos de tanatopraxia que elimina toda e completamente as chances de isso vir a acontecer. Porem temos que ter em mente que em regiões mais carentes onde os procedimentos do pós morte ainda é pouco realizado se vier acontecer será de grande espanto para todos.

    Fontes: sjtrem biomed central/zap aeiou/wikipedia

    Gostou dessa noticia?

    Receba outras no seu Email e WhatsApp

      Seu nome (obrigatório)

      Seu e-mail (obrigatório)

      Número WhatsApp com DDD

      Autorizo o Portal Todas Funerárias a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários (Pare receber salve o nosso número WhatsApp em sua agenda 11 99567 7070)

       9,248 total de visualizações

      Clique e para ler tudo

      Foco

      Agente funerário posta foto com o corpo de Maradona e é punido

      Publicação

      no

      É a irresponsabilidade de quem deveria cuidar e não de brincar com os sentimentos dos outros 

      Agente funerário Molina que preparou o corpo de Diego Maradona foi punido após postar foto onde mostra o rosto do jogador e ele ao lado fazendo um sinal de positivo com a mão no rosto de Maradona.

      A imagem repercutiu negativamente nas redes sociais e causou grande comoção aos fans e familiares que ficaram indignados com a atitude do rapaz.

      O dono da funerária argentina pediu desculpas à família de Maradona e disse, em entrevista ao site da emissora Todo Noticias, do grupo Clarín, que o funcionário foi “despedido imediatamente”.

      A imagem de Molina fazendo sinal de positivo, com o caixão aberto, enquanto tocava o rosto de Maradona começou a viralizar no final da manhã de quinta em diversos perfis no Twitter e em grupos do WhatsApp.

      O advogado e amigo de Maradona, Matias Morla, mostrou sua perplexidade com o caso e disse, em uma rede social, que o funcionário é “um canalha”, e que não descansará “enquanto ele não responder por essa aberração”.

      “Por conta da viralização da imagem de Diego em seu leito de morte, eu vou pessoalmente encontrar quem foi o canalha que tirou essa foto”, disse o advogado. “Todos os responsáveis por essa covardia vão ter que pagar.”

      mazinha

      Gostou de ficar sabendo?

      Receba outras no seu Email e WhatsApp

        Seu nome (obrigatório)

        Seu e-mail (obrigatório)

        Número WhatsApp com DDD

        Autorizo o Portal Todas Funerárias a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários (Pare receber salve o nosso número WhatsApp em sua agenda 11 99567 7070)

         5,902 total de visualizações

        Clique e para ler tudo

        newsletter whatsapp

        Ataude Artigos Funerários

        ANUNCIE AQUI

        Recomendados

        JUNTOS EM 2022

        + Mais lidas