Home / Como é! / Pensar muito sobre a morte afeta a mente humana

Pensar muito sobre a morte afeta a mente humana

O assunto divide opiniões e ultimamente muitos esforços estão sendo feitos para promover um diálogo sobre o final de uma vida.

Pensar muito sobre a morte afeta a mente humana

Nossa relutância em falar sobre a morte é interpretada como evidência de que estamos com medo, e por isso reprimimos os pensamentos sobre ela. No entanto, há poucas evidências diretas para endossar tal argumento. Mas o que é uma ansiedade “normal” sobre a morte? E como ela se manifesta?

Estudos usando questionário mostram que estamos mais incomodados com a possibilidade de perdermos entes queridos do que com nossas próprias mortes.

Esses estudos mostram também que estamos mais preocupados com o processo de falecimento . A dor e a solidão envolvidas, por exemplo do que com o fim da vida em si.

A posição da maioria pode ser resultado de uma relutância em admitir o medo. Os psicólogos tem examinado os efeitos mentais e sociais causados por pensar na morte por 30 anos.

Além de nos tornar mais punitivos, pensar na morte nos torna mais nacionalistas, mais preconceituosos e reforça algumas atitudes. Os estudos mostram que sermos lembrados da morte reforçam os laços familiares

Pesquisadores também descobriram que lembranças da morte alimentam nosso desejo por fama e por crianças, ambos associados a uma imortalidade simbólica.

E quando a lembrança da morte é suficientemente poderosa, participantes tendem a endossar ideias e candidatos de conservadores. Alguns pesquisadores, por exemplo, apontam para a guinada dos EUA à direita após os ataques de 11 de setembro onde a morte esteve presente de forma brutal, chocando uma nação inteira.

Mas por que a morte nos deixa mais punitivos, conservadores e religiosos? De acordo com estudiosos, a lembrança da morte nos tenta a induzir a imortalidade. Muitas religiões oferecem isso, mas afiliações seculares, como países e grupos étnicos, acenam com uma imortalidade bem mais simbólica.

E por mais que especialistas tentem descobrir o sentido da morte, o caminho da verdadeira descoberta pode estar longe de ser decifrado. Uma vez que não se tem nenhuma prova cientifica do que vem após a morte.

 

 

Veja Também

destaque evento BA

Capacitação em vendas e Atendimento de Planos Funerários

SINDEF BA promove curso de capacitação em vendas e atendimento de planos funerários 09 de Dezembro ...