Home / Curiosidade / Este presente foi literalmente osso

Este presente foi literalmente osso

Uma ossada foi deixado na sede do Conselho Tutelar nesta terça (02/03), na Defensoria Pública de Itaquaquecetuba SP como presente.

O presente foi literalmente osso

Dirceu Barbosa de 38 anos é o homem que deixou uma ossada humana de “presente” para uma psicóloga da Defensoria Pública de Itaquaquecetuba cidade de São Paulo  nesta quarta-feira (02/03). Dirceu informou em depoimento ao delegado Francisco Del Poente, que era costumeiro violar sepulturas para retirar as ossadas e chegava a comer restos mortais. Esta pratica  já vinha acontecendo á 20 anos “por incentivo de forças ocultas” segundo ele.

FUNER-3.0 DEssa foi a terceira vez que ele deixou ossadas em órgãos públicos da capital. Em 10 de fevereiro, ele também deixou ossos em frente ao Hospital Santa Marcelina. No dia 29 do mesmo mês, na sede do Conselho Tutelar e desta vez, na Defensoria Pública.

A Defensoria Pública de São Paulo enviou uma nota informando que após receber o material, entrou em contato com a Polícia Civil para informar o fato e para que fossem tomadas as medidas cabíveis pelos órgãos competentes.

O delegado completou que o suspeito mora com a mãe e suas ações trazem muita preocupação e causam uma pertubação da ordem pública. Tudo foi encaminhado ao juiz para estudar uma medida cautelar para ele”, finaliza o delegado.

A ossada foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) de Suzano onde será feita a identificação.

 

Veja Também

destaque evento BA

Capacitação em vendas e Atendimento de Planos Funerários

SINDEF BA promove curso de capacitação em vendas e atendimento de planos funerários 09 de Dezembro ...