Ligue-se a nós

Noticias

Como Montar uma Funerária

Publicação

no

Saiba como Montar uma Funerária e fazer sucesso no seu empreendimento. 

Os primeiros passos a serem tomados para quem quer empreender e montar uma funerária.

A empresa funerária é a responsável pela retirada do corpo no hospital, na residencia ou Instituto Médico Legal (IML), leva para a sua empresa, faz a troca de roupa e cuidados necessários com o corpo, caso necessite o serviço de tanatopraxia ele devera realizar ou pode ate terceirizar esse serviço, o coloca na urna funerária, organiza o velório, que pode ser na própria funerária, caso ela disponibilize dessa estrutura, ou velar no cemitério ou salas de velórios, igrejas, clubes, conforme algumas regiões do país. A maioria dos cemitérios disponibiliza um local para que seja feito o velório com parentes e amigos, com agendamento de data e horário.

 

Apesar das piadas e crendices populares, montar uma funerária pode ser uma excelente forma de criar um negocio lucrativo. Isso porque apenas a concorrência é bem baixa e bem menor que a necessidade dos clientes. No Brasil existem apenas cerca de 8 mil funerárias registradas, o que é um bom número para um país com mais de 200 milhões de habitantes.

Todas as etapas e protocolos do sepultamento ou cremação devem ser organizadas pela funerária, é por isso que ela geralmente é a primeira a ser contatada pela família em caso de falecimento. Ela que irá providenciar a documentação e liberação do óbito e disponibilizar a urna mortuária, a forma de velório conforme a tradição dos familiares, a forma como a pessoa será sepultada ou cremada a e fará o contato com o cemitério ou crematório desejado para realizar a cerimonia. Gastos adicionais como lápide, urnas cinerarias, devem ser acertados diretamente entre família e cemitério ou crematório.

Como posso saber se terei sucesso na funerárias

Expectativas e realidade

Um dado muito importante para que vai abrir uma empresa funerária  é saber quais quesitos tens  ter para um bom planejamento.

Capital próprio para inicio

  • Aquisição de carro funerário
  • Urnas
  • Ornamentações
  • Equipamentos
  • Material de escritório
  • Capital de giro
  • Despesas fixas como: aluguel, água, luz, telefone, combustível, manutenção do carro, seguro
  • Funcionários

Qual o potencial de negocio funerário na minha cidade

Para que uma empresa funerária tenha sucesso e condições de operar normalmente. É importante saber que existe uma pesquisa feita pela ABREDIF que norteia a quantidade de funerárias por cidade sendo UMA PARA CADA 100.000 HABITANTES. Se ainda após estas informações o empreendedor achar que deve montar uma funerária, ele deve saber que o numero de mortos por cidade é uma constante, sendo bem diferente de qualquer outra modalidade de negocio. Ainda que faça uma excelente propaganda em sua cidade, as pessoas somente irão morrer no dia escolhido pelo Criador. Não tem como ampliar o numero de óbitos, somente a qualidade dos serviços.

Documentação para montar uma funerária

Documentação

Para montar uma Funerária tradicional, ela precisa seguir primeiramente o mesmo passo das demais aberturas de empresas no brasil. Localizar um espaço adequado e em seguida é preciso abrir uma empresa legalmente, solicitar através do contador a inscrição no CNPJ, Solicitar autorização perante a prefeitura (há cidades que as funerárias existem por concessão). A parte legal de uma funerária é semelhante a qualquer outro comércio. Ela também pode receber pagamentos por cartão de crédito e tudo mais. Verificar com o contador a necessidade de talão de nota fiscal de venda da empresa e a emissão de nota fiscal eletrônica.

Para montar uma funerária será preciso seguir normas e leis especificas para funcionamento, pois corpos em estado de decomposição podem atrair animais, disseminação e bactérias, entre outros males. É preciso ter uma autorização especial da Vigilância Sanitária, que também irá informar antes da vistoria quais as normas que devem ser seguidas. Estas normas são nacionais e precisam ser seguidas sem o cumprimento dessas exigências o estabelecimento poderá ser fechado e até multado.

A principal norma, em algumas cidades ou estados é que uma funerária deve estar distante ao menos 5 quilômetros de zonas residências, pelas causas já informadas acima. O condicionamento e higienização do corpo devem ser feitos apenas se não houver riscos. Corpos que foram contaminados com substâncias químicas que causem sérios danos a saúde humana não devem ser tocados em qualquer razão ou levados a uma casa funerária, mas isso cabe ao IML dar esta notificação e não permitir a saída do corpo.

Essa norma deve ser respeitada pela funerária ou o risco pode ser iminente para parentes e funcionários. Vale lembrar sempre do caso Césio 137, em Goiás, Goiânia, onde todos os infectados foram enterrados em zona fechada com caixão com fundo de zinco para que a substância química não chegasse a contaminar o solo. As casas dos infectados foram derrubadas e o terreno tratado como infértil.

A ANVISA estipula normas e procedimentos padrão para serem obedecidas a risca.

Isso vale para todo o Brasil Clique Aqui para ter acesso ao documento. É importante ter um exemplar impresso para possível consulta (semelhante ao código do consumidor) e distribuir para cada funcionário uma cópia para leitura e aprendizado.

Serviços a serem oferecidos em uma funerária

Serviços Oferecidos

Uma forma de facilitar o trabalho para quem está perdendo o seu parente ou ente querido. É uma forma também de agregar valor ao trabalho da funerária e assim aumentar a lucrabilidade. Claro que tudo será cobrado, além do caixão, que é o item mais caro.

Os serviços que funerária possui e devem ser cobrados são: mudança do corpo para a funerária para a organização em um caixão, colocação do corpo em uma urna, contato com o cemitério para marcação do velório, compra da área para sepultamento, transporte do corpo até o velório, organização dos acessórios para o velório.

O sistema de trabalho da funerária geralmente é em contrato onde todos os itens de serviços que ela oferece são listados e assinados por ambas as partes. O pagamento deve ser feito no momento da escolha do caixão, que é feito na própria funerária por parente ou amigo. Algumas resolvem cobrar posteriormente, já que o momento pode não ser propicio para ter fundos, mas é preciso assinar um contrato.

É comum algumas empresas funerárias agregarem serviços como coroa de flores, velas e castiçais, faixas com declarações. É uma forma de aumentar o lucro do serviço e ainda agir de uma forma mais prática para a família. Outras, porém, voltam-se apenas para o principio: preparação do corpo e venda de caixões.

Onde comprar caixões para a funerária

Os caixões são o principal item para quem trabalha com este ramo de negócio. Como em todo ramo de negócio, é preciso ter em mente que o produto deve ser bem negociado para se obter uma boa margem de lucros. O ideal é ter um bom mostruário de urnas e manter pelo menos um pequeno estoque regulador. A maioria das empresas fornecedoras vendem nas primeiras vendas a vista. Por isso é importante ter um bom capital inicial até que a empresa tenha lastro financeiro para pleitear compras a prazo. Encontre Fornecedores Clique Aqui!

Dicas de como ter sucesso ao montar uma funerária

O mais importante desta empresa é a localização. O lugar mais prático deve ser aquele que fique próximo ou com boa rota para hospitais e IML, pois o transporte será realizado destes locais. Outra boa localização é próxima a cemitérios, onde também há floriculturas também.

O ideal é diversificar os serviços com preços altos e baixos, para atingir diversas camadas sociais e fazer uma maior movimentação de caixa.

Nunca esqueça que caso a cobrança seja posterior ao enterro assine isso em contrato e certifique-se que terá como cobrar ao responsável pelo pagamento. Verifique telefone, endereço e números de cartão de crédito ou use cheque pré datado. Para maior segurança e não precisar se preocupar com a inadimplência e focar no negócio funerário, você pode usar serviços de financeiras e de seguradoras para vendas à prazo.

Como Comprar insumos para sua funerária

Como comprar

Você sabe o que é preço?  E o que é valor?

Antes de prosseguir, nesta etapa de abertura ou ate de gestão da sua empresa funerária. Se você é daqueles que só buscam preço sem se preocupar com a qualidade. Provavelmente suas pretensões de crescimento serão bem pequenas.

“Se sua meta for comprar bem, e sabe avaliar o Valor que aquele produto tem. Você já esta a um passo afrente. Todo produto tem seu valor agregado. Se eu quero um bom produto, com certeza um produto de preço menor não tem o mesmo valor agregado (vai durar menos ou entregará um suposto problema ao seu cliente), e um determinado momento apresentará um problema que poderá manchar sua reputação no mercado”.

“Comprar bem não significa comprar só o mais barato. Significa que tipo de alimento estou dando para minha empresa. Antes de comprar pesquise o porquê daquele produto estar sendo oferecido por aquele preço. Da mesma forma ao criar o preço do seu produto (no seu caso, do seu serviço) saiba valorizar as qualidades do que esta oferecendo”. Afirma Luiz Albuquerque Consultor de Negócios Funerários

Se esta cobrando por um produto saiba valorizar o produto dos outros também. No mercado não existe milagres, se compra mau vai vender equivocadamente também. Tudo começa pela boa compra.

Gostou dessas informações?

Receba outras no seu Email e WhatsApp

    Seu nome (obrigatório)

    Seu e-mail (obrigatório)

    Número WhatsApp com DDD

    Autorizo o Portal Todas Funerárias a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários (Pare receber salve o nosso número WhatsApp em sua agenda 11 99567 7070)

     1,880 total de visualizações

    Clique e para ler tudo

    Curiosidade

    Sepultado a 7 palmos – de onde vem essa tradição

    Publicação

    no

    “Esta enterrado a sete palmos embaixo da terra”

    Muitos já ouviram esta expressão, principalmente os que tem mais de 40 anos de idade. Para os mais novos podem causar espanto, essa informação, ou ditado como queira chamar, esta frase é mais antiga do que você imagina, tudo começou na Inglaterra, por volta do ano de 1800, período em que uma doença chamada de PESTE BUBÔNICA ou PESTE NEGRA  se alastrava pela Europa, a doença chegou a dizimar cerca de 8.000 mil pessoas.

    Peste bubônica, a forma mais comum da doença, afeta os nódulos linfáticos e causa gangrena. Há outros dois tipos, a séptica, que causa infecção no sangue, e a pneumônica, que afeta os pulmões

    Peste bubônica, a forma mais comum da doença, afeta os nódulos linfáticos e causa gangrena. Há outros dois tipos, a séptica, que causa infecção no sangue, e a pneumônica, que afeta os pulmões

    Na época temendo a epidemia, foi estabelecida uma nova regra para os cemitérios realizarem os sepultamentos, e ficou determinado 7 palmos (cerca de 1,80 metros era justamente a profundidade entre a terra e o corpo. Logo após o fim da epidemia, esta norma foi suspensa e assim começaram a enterrar os mortos mais próximos da superfície.

    No entanto, cadáveres começaram a sumir repentinamente dos túmulos; – após um determinado tempo descobriram, que os mesmos estavam sendo vendidos para estudos para universidades. Diante desses fatores e a proximidade do cadáver com a superfície, o governo da época foi obrigado a retomar a lei dos 2 metros de profundidade, criada na época em que a doença se espalhava.

    A regra de enterrar as vítimas há 6 pés de profundidade ou sete palmos, algo em torno de 1,80 metros, também foi estabelecida também valia para que os animais, e principalmente os cachorros, não conseguissem alcançar os corpos e acabar disseminando a doença.

    Essa medida teve algumas variações conforme o entendimentos das autoridades locais. No Brasil se sepulta na terra  em torno 1,30 e 1,60 metros de profundidade, dependendo do estado ou do município.

    Principais meios de transmissão dessa doença

    Em 2015 a doença voltou a aparecer nos EUA nos Estados do Novo México, Arizona, Califórnia e Colorado, segundo o CDC. “O cão-da-pradaria (mamífero roedor) é o principal meio de transmissão da praga, e ele se concentra a oeste do meridiano 100”. A geografia e o clima do oeste dos EUA favorecem a presença desses roedores, e como eles são “animais sociais”, acabam contribuindo na proliferação de pulgas infectadas. A bactéria Yersinia pestis se espalha por meio de pulgas que habitam cães-da-pradaria. O furão-do-pé-preto e o lince-do-Canadá são outras espécies suscetíveis

    mazinha

    Foi útil para você essas informações?

    Receba outras no seu Email e WhatsApp

      Seu nome (obrigatório)

      Seu e-mail (obrigatório)

      Número WhatsApp com DDD

      Autorizo o Portal Todas Funerárias a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários (Pare receber salve o nosso número WhatsApp em sua agenda 11 99567 7070)

       1,875 total de visualizações

      Clique e para ler tudo

      Eventos

      Congresso Inovare 2021 em Gramado RS

      Publicação

      no

      VEM AÍ O MAIOR CONGRESSO DO SEGMENTO FUNERÁRIO

      Acontecerá nos dias 10 e 11 de Novembro de 2021

      O Hotel Wish Serrano receberá o maior congresso funerário do Brasil. Palestras, expositores, cases de sucesso e encontros com os maiores profissionais do setor.

      Evento exclusivo para quem deseja aprender, conectar e evoluir!

      Nos dois dias de evento haverão expositores do todo Brasil com produtos e serviços, além disso no Inovare 2021 teremos palestras com profissionais que são referência no segmento funerário nacional e internacional.

       

       717 total de visualizações

      Clique e para ler tudo

      Administrar

      Uma funeraria faz dois funerais para um único morto

      Publicação

      no

      Mulher faz funeral para marido e descobre que ele já havia sido sepultado

      A funeraria tentou atender duas vezes o mesmo caso e agora esta respondendo processo que pode chegar a uma indenização de cerca de R$ 46 milhões.

      O caso aconteceu em janeiro deste ano, mas como gerou um processo o caso veio atona recentemente. Na ocasião a viuva contratou uma cerimônia de despedida do marido, Ivan Street.

      Pelo menos 25 pessoas se reuniram ao redor de uma urna com as “cinzas” e a viúva chegou a cantar “His Eye Is on the Sparrow”, em homenagem ao falecido marido.

      No entanto, ao final da cerimônia, um funcionário da funerária pegou a urna com as cinzas do falecido e não quis mais devolver para Demetra. Mais tarde, a mulher descobriu o motivo: o corpo de Ivan não havia sido cremado.

      E afinal o que aconteu com o corpo?

      Três dias antes, o homem havia sido sepultado no cemitério Mount Zion de Baltimore, a pedido de uma outra mulher que afirmava ser a esposa do homem.

      Para seguir com o processo foi muito facil juntar as partes, afinal o serviço foi realizado pela mesma empresa que Demetra havia contratado.

      A viúva está processando a agência funerária de Baltimore, alegando que ela realizou uma cerimônia ‘fictícia’ para seu marido depois de fingir que o cremava, dias depois de enterrar o falecido sob as instruções de outra mulher que alegou ser sua esposa.

      No processo, que avançou neste mês, a mulher alega que a Wylie Funeral Homes realizou deliberadamente dois funerais para Ivan Street: um para ela e outro para a segunda mulher. A funeraria também ficou com os pagamentos pelos dois serviços. Na ação, ela pede indenização de US$ 8,5 milhões (cerca de R$ 46 milhões).

      Ivan Street morreu no dia 9 de janeiro de 2021. Na época, Demetra e o marido estavam separados e moravam em casas diferentes. No entanto, legalmente, Demetra era a esposa de Ivan no momento de sua morte.

      A outra mulher, que teria enterrado Ivan, disse na casa funerária que ela era a esposa de Ivan. E, de acordo com a ação, mostrou uma certidão de casamento de outubro de 1997, sem selo.

      “É uma situação realmente triste”, disse o advogado Demetra, Alex Coffin, ao jornal Washington Post. “Já é difícil perder um ente querido”, acrescentou ele.

      Fonte: Istoé

      mazinha

      É bom ficar sabendo das noticias, então

      Receba outras também no seu Email e WhatsApp

        Seu nome (obrigatório)

        Seu e-mail (obrigatório)

        Número WhatsApp com DDD

        Autorizo o Portal Todas Funerárias a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários (Pare receber salve o nosso número WhatsApp em sua agenda 11 99567 7070)

         1,127 total de visualizações

        Clique e para ler tudo

        newsletter whatsapp

        Ataude Artigos Funerários

        PRÓXIMO EVENTO

        Recomendados

        + Mais lidas