Home / Como é! / A obesidade provoca transtornos na hora do enterro na Nova Zelândia

A obesidade provoca transtornos na hora do enterro na Nova Zelândia

A população da Nova Zelândia engordou tanto que seu peso tornou-se um enorme problema para as funerárias.

sepultura-para-obesos

A situação esta obrigando muitas famílias a gastar mais dinheiro na compra ou aluguel de túmulos nos cemitérios, enquanto a largura média do caixão foi ampliada de 48 cm para 58 cm, pois os caixões mais amplos já não cabem nas sepulturas.

Fontes do setor admitem que a obesidade de alguns corpos impede até a cremação, porque não se encaixam nos fornos crematórios

Como se isso não bastasse, os caixões de grande porte obrigatoriamente devem ser enterrados nas extremidades dos cemitérios para não demolir outras sepulturas.
Algumas famílias optam por comprar ou alugar dois espaços juntos — de 1,2 m de largura cada — que, separadamente, custam cerca de US$ 1865.

Um em cada quatro neozelandeses são obesos, de acordo com o Ministério da Saúde.

Os dados divulgados alertam, em síntese, para o aumento das doenças não contagiosas ligadas à obesidade: diabetes, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares. Elas representam 2/3 das mortes no mundo.

caixao funerario GGGUma agência funerária de Lynn, no estado de Indiana (EUA), está se especializando em caixões do tamanho GG, ou mesmo maiores.

O proprietário da Caixões Goliath diz que o crescimento nos negócios se deve ao aumento da obesidade nos Estados Unidos.

A empresa, que atua nesse ramo há 25 anos, confirmou que seu mais recente trabalho foi um caixão de dois metros de largura para um homem do estado americano do Alasca.

 

Veja Também

Ilso.Sanches.Parra

O Setor Funerário esta de Luto

Falece aos 81 anos Sr Ilso Sanches Parra, proprietário do serviço de luto Paulista em Jaú SP ...